Partilhe comigo e com todos os visitantes deste espaço, a sua opinião sobre empreendedorismo, capital de risco, inovação, gestão, business angels, ideias de negócio, balanced score card, planos de negócio...

Quarta-feira, 3 de Março de 2010
IGNITE Portugal 2010

IGNITE Portugal é um conjunto de eventos abertos à participação de todos e que giram em torno de apresentações sobre temas como inovação, criatividade, empreendedorismo ou tecnologia. Os oradores têm apenas 5 minutos para falar, com 20 slides que rodam automaticamente a cada 15 segundos.


O conceito IGNITE nasceu em Seattle no ano de 2006 e os eventos IGNITE nos vários países aderentes ao conceito, realizam-se na mesma semana, a GLOBAL IGNITE WEEK.
O 4º IGNITE Portugal, inserido na GLOBAL IGNITE WEEK, vai acontecer amanhã, dia 4 de Março em Lisboa e no Porto:

 

Data: dia 4 de Março
Hora: das 19h00m às 22h00m
Locais: LxFACTORY - Sala das Colunas - Rua Rodrigues Faria, nº 103 - Alcantara – LISBOA; EGP - Rua de Salazares, 842 - 4149-002 – PORTO

Fui convidado pelos Igniters para, em 5 minutos, reflectir o tema “The 3 golden years for Portuguese Start-Ups”, enquanto Presidente da Direcção da FNABA.

Todas as receitas geradas com este evento reverterão a favor da associação Terra dos Sonhos. Segue-se uma lista dos temas a reflectir e respectivos oradores:


•  “What’s the purpose of being frightned?” - Paulo Leite
• “The future of images” - João Seabra
• “Change through massively joining political parties” - João Nogueira dos Santos
•  “Through the rabbit hole” - Marco Alexandre Saias
• “The experience of designing for the world” - Tereza Prego
• “Entrepreneurship Today” - Frederico Lucas
• “The 3 golden years for Portuguese Start-Ups” - Francisco Banha
• "Wouldn’t it be great to have all you need to take off, in just one place" - Pedro Chambel
• “Personal Marketing is not about changing but improving yourself” - Jorge Lascas
• "Who moved my Blackberry TM?" - R.Miguel Coelho
• “Mistakes Intelligent People Make” - André Ribeiro
• “If you want to do it, why don’t you?” - José Cabral
• “Today’s economy and Tomorrow’s companies” - Lígia Fernandes
• “Glass ceiling or sticky floor?” - Nicole Eifler
• “Children Marketing: devil or angel?” - Luísa Agante
• “Customer Intelligence in high-tech marketing” - Isabel Borges
• “The importance of client orientation” - Wilques Erlacher
• “Abomination Marketing” - Yeti Orlando Martins
Saiba mais e inscreva-se em http://igniteportugal.blogspot.com/



publicado por Francisco Banha às 11:52
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 2 de Julho de 2009
Iniciativa Elevator Pitch - A importância daqueles 5 minutos

Mais do que importantes, aqueles cinco minutos de Elevator Pitch podem ser cruciais para os empreendedores, pois poderão ser a única a oportunidade que terão de estar perante uma comunidade de investidores, normalmente predisposta a encontrar o novo Google…, e dessa forma estar em contacto directo com os mesmos - em contrapartida ao envio tradicional de um Business Plan, para o escritório desses investidores em igualdade de circunstâncias com dezenas de outros documentos que os investidores recebem semanalmente - pode vir a fazer toda a diferença num processo de angariação de capital.

Com efeito todos os dias os investidores, quer estes sejam Business Angels quer decisores das Sociedades de Capital de Risco, recebem inúmeros projectos, business plans, contactos para reuniões, etc. Para além disso, toda a actividade relacionada com as próprias participadas e seu acompanhamento ocupa-lhes uma parcela significativa do seu tempo.

Acresce que, normalmente, este tipo de investidores procuram oportunidades que lhes possibilitem multiplicar o valor de suas aplicações por cinco ou dez num prazo de cinco anos, o que equivale a rendimentos de 50% ao ano ou mais, pois só assim poderão fazer face às elevadas taxas de sinistralidade a que se encontram sujeitos os negócios nas fases iniciais da actividade empresarial. Conclui-se assim que o altíssimo custo do capital transforma o “jogo da start-up” numa corrida contra o relógio e onde nem sempre há tempo para perder com projectos que não revelem elevado profissionalismo e potencial de crescimento e valorização.

Perante este contexto o empreendedor que ambicione ter um parceiro financeiro que lhe aporte não só dinheiro mas também “Conhecimento empresarial” que lhe permita aumentar o valor do seu projecto não pode nem deve perder a oportunidade de estar presente nestas iniciativas de Elevator Pitch devendo para isso fazê-lo através de uma apresentação preparada de forma profissional, bastante direccionada e incisiva pois só assim cativará o interesse do investidor e levar a que este lhe entregue o seu “cartão de visita” e o convoque para uma primeira reunião, com o objectivo de se discutir mais pormenorizadamente o business plan.

Por isso, é que Congressos como os que organizamos todos os anos são fundamentais, pois possibilitam aos empreendedores, um contacto directo com os Business Angels e com quem decide nas Sociedades de Capital de Risco. De outra forma, dificilmente eles chegariam directamente a estas pessoas, tornando assim estes cinco minutos num dos mais importantes da vida do seu projecto.

Acredito por isso que todos os empreendedores que possuam negócios que possam oferecer a possibilidade de um crescimento significativo no espaço de três a cinco anos, que sejam geridos por equipas experientes e ambiciosas capazes de transformar o seu plano de negócios em realidade e consigam responder de forma positiva às questões seguintes devem participar nas sessões de Elevator Pitch, que hoje em dia se realizam com carácter regular um pouco por todo o País, transformando-se num alvo de uma potencial abordagem por parte de um Business Angel ou de um gestor de uma Sociedade de Capital de Risco :

- A empresa apresenta boas perspectivas de crescimento e tem, juntamente com a sua equipa, a ambição para a fazer crescer com rapidez?

- A sua empresa possui um produto ou serviço com vantagem competitiva ou um ponto de venda com características únicas?

- Tem, juntamente com a sua equipa, experiência relevante no sector industrial em questão? Tem um líder óbvio e uma equipa com áreas complementares de conhecimento, como gestão, marketing, finanças, etc?

- Está disposto a vender parte das acções da sua empresa a um Business Angel ou a uma Sociedade de Capital de Risco?
 
 



publicado por Francisco Banha às 12:16
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
Emerging Companies

Contacte-me directamente ou adicione-me à sua rede de contactos do Linked In através do seguinte e-mail: fbanha@gesbanha.pt

Google Adwords
Grupo Gesbanha



 


 


 


 


 


pesquisar
 
Artigos de Opinião

Registe-se e tenha acesso aos meus artigos


Últimos Artigos

- Portugal 2020: Empreendedorismo e Capital de Risco
- Os Business Angels em Portugal
- Como trazer um Business Angel para seu parceiro de negócio

Livros Recomendados

"Capital de Risco - Os Tempos estão a Mudar"
de Francisco Banha
 

"Mobile Advertising" de Chetan Sharma, Victor Melfi, Joe Herzog
 

"Edison On Innovation"
de Alan Axelrod
 

"Twitter Power 2.0"
de Joel Comm
 

"201 Errores En La Valoracion De Empresas"
de Pablo Fernandez
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

IGNITE Portugal 2010

Iniciativa Elevator Pitch...

arquivos
tags

todas as tags

Blogs Recomendados

- Portal do Empreendedorismo no Desporto
- Antonuco
- iZNovidade
- Start-Up Whisperer
- Seth Godin
- Venas Inside
- No Fio da Navalha

Visitas

Free Blog Counter

subscrever feeds