Partilhe comigo e com todos os visitantes deste espaço, a sua opinião sobre empreendedorismo, capital de risco, inovação, gestão, business angels, ideias de negócio, balanced score card, planos de negócio...
Quarta-feira, 24 de Março de 2010
perguntas que me fazem

O programa Compete, no âmbito do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional) lançou em Agosto de 2009 o concurso para o Fundo de Co-Investimento com Business Angels. Em que fase está a iniciativa? Que papel tem a Federação Nacional de Associações de Business Angels na iniciativa?

O lançamento do Fundo de Co-Investimento marcou um ponto de viragem na dinâmica dos Business Angels em Portugal, tendo ultrapassado as expectativas – 67 candidaturas e 267 business angels envolvidos - quer dos responsáveis do Programa COMPETE quer da própria FNABA.

 

Ciente da oportunidade que estava a ser apresentada aos Business Angels a FNABA, após ter contribuído para a concepção do citado Fundo de Co-Investimento, tomou a iniciativa – com o apoio do COMPETE/QREN, IAPMEI, PME INVESTIMENTOS E CAIXA CAPITAL – de realizar um roadshow pelo país onde foi apresentado de forma exaustiva aquele importante instrumento financeiro que encoraja a comunidade de Business Angels a investir em projectos empresariais inovadores, através de uma interessante alavancagem da disponibilidade financeira dos Business Angels e de uma combinação atractiva das variáveis de risco e retorno.

A FNABA assumiu ainda um papel relevante na coordenação das acreditações dos Business Angels através de um apoio permanente quer às Associações de B.A. quer ao Gabinete do Gestor do Programa COMPETE contribuindo assim para a elevada transparência com que tem vindo a ser caracterizado esta importante Iniciativa.

A partir do momento em que o processo de selecção das Entidades Veículo (EV – designação atribuída aos grupos de Business Angels que se candidataram ao citado Concurso) a principal preocupação da FNABA consiste em :


- Fomentar o intercâmbio de experiências e a comunicação das melhores práticas entre as Associações de Business Angels.

- Promover o reconhecimento das Associações de Business Angels e a importante função que desempenham na nossa Economia.

- Contribuir para o desenvolvimento e implementação de programas locais, regionais e nacionais dirigidos a estimular a criação e consolidação de condições positivas para a actividade de Business Angels.

- Disseminação de informação para responsáveis públicos, empreendedores e potenciais investidores sobre a função dos Business Angels e suas Associações bem como a detecção e divulgação das melhores práticas a nível europeu e mundial.


As candidaturas decorreram até final de Outubro, sendo que, no final de Dezembro e princípios de Janeiro, foram comunicadas aos Grupos de Business Angels envolvidos, no citado Concurso, quais as candidaturas que foram seleccionadas. Neste momento, encontra-se a ser finalizado os termos do Contrato Júridico que irá regulamentar as condições a que as Entidades Veículos irão estar sujeitas perante o Programa COMPETE no desenvolvimento da sua actividade nomeadamente os termos a que deverão obedecer a aplicação dos Fundos que as citadas Entidades Veículos irão receber para aplicar no investimento em novas empresas.


Após conclusão do Contrato mencionado os Grupos de Business Angels irão constituir as respectivas Sociedades Anónimas, através das quais irão efectuar os seus investimentos, esperando-se por isso que a partir do mês de Maio inclusive esteja tudo operacionalizado para que se comecem a realizar os primeiros investimentos, que tanta falta fazem para apoiar a dinamização da nossa economia.

 

Qual o montante disponível para investir e quando?


O Programa COMPETE disponibilizou um total de 28 milhões de euros para co-investimento que, sendo optimizados pelas Entidades Veículo, implicarão o investimento de 13,5 milhões de euros por parte dos Business Angels. A este valor acresce, ainda, um montante de 1,5 milhões de euros disponibilizado pela Caixa Capital.No total estamos perante 43 milhões de euros que poderão ser investidos em start-ups portuguesas, até 2012, apenas no âmbito deste programa.


Recorde-se que inicialmente as verbas consignadas por parte do Programa COMPETE a este Instrumento Financeiro, de apoio à dinamização da actividade de Business Angels  e à criação de empresas, eram de 10 milhões de euros correspondente à criação de 20 Entidades Veiculo pelo que os números finais revelam bem o interesse que este Fundo de Co-Investimento mereceu por parte da Comunidade Portuguesa de Business Angels.



publicado por Francisco Banha às 15:49
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

franciscobanha.com

BIOALVO pioneira na explo...

Business Angels

Estudo do impacto nas con...

V SNBA Covilhã

V SNBA Lisboa

V SNBA na Marinha Grande

V Semana Nacional de Busi...

Evento sobre Business Ang...

V SNBA é um sucesso

Entrevista à Regiões em D...

Há 42 milhões de euros pa...

Frases Que Fazem Pensar

V Semana Nacional de Busi...

Fórum de Desenvolvimento ...

Cavaco Silva nos EUA numa...

4º Forum Empresarial das ...

OE 2012: A Recuperação do...

Sessão de Lisboa da V Sem...

Frases Que Fazem Pensar

arquivos
tags

todas as tags

Blogs Recomendados

- Portal do Empreendedorismo no Desporto
- Antonuco
- iZNovidade
- Start-Up Whisperer
- Seth Godin
- Venas Inside
- No Fio da Navalha

subscrever feeds