Partilhe comigo e com todos os visitantes deste espaço, a sua opinião sobre empreendedorismo, capital de risco, inovação, gestão, business angels, ideias de negócio, balanced score card, planos de negócio...
Sexta-feira, 19 de Março de 2010
Teatro auxilia Gestão de Recursos Humanos nas Empresas



Os profissionais desta consultora não são terapeutas, mas esperam que o colaborador de uma empresa fale sobre a sua vida em frente aos seus colegas de trabalho. A Brasilis Playback Theatre é uma consultora de recursos humanos, fundada em 2006, que usa a técnica de playback theatre - um teatro de improviso que utiliza histórias do quotidiano dos próprios colaboradores - para que continuem a acrescentar valor à empresa.

Esta técnica teatral foi criada em 1975, em Nova York, por Jonathan Fox e Jo Salas, sua esposa, e hoje é utilizada na gestão de recursos humanos.

Como funcionam estas performances? Os actores fazem intervenções artísticas com acompanhamento musical, em que um deles faz um interface entre a plateia e o elenco. O público participa contando as suas histórias de vida, que são encenadas logo a seguir, sem ensaio prévio. Estas interacções podem ser utilizadas na celebração de novos contratos, na comemoração de resultados e, principalmente, na melhoria da comunicação interna. O facto de os colaboradores se conhecerem melhor, acredita-se que trará melhores resultados para a empresa, pois as relações entre colegas em ambiente corporativo costumam ser formais e áridas.

O tipo de apresentação teatral varia de acordo com o objectivo que o departamento de recursos humanos tem em mente e as peças podem durar até uma hora e meia.

FONTE: Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios
 



publicado por Francisco Banha às 12:06
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Jorge Pires a 21 de Março de 2010 às 19:41
Já há algum tempo que o meio académico investiga o comportamento organizacional como um espaço de acção e representação teatral (p.ex. liderança de grupo, trabalho em equipa, concertação de conflito, etc.) com dinâmicas que podem ser apreendidas e disseminadas para aumento da performance das organizações e em particular das empresas. Já há quase três anos atrás, num blog que tinha activo, colocara um post relativo a um paper científico (abstract/resumo) da área das ciências da gestão sobre a abordagem dramatúrgica nas empresas/organizações e do qual reproduzo aqui:

Theatrical Improvisation: Lessons for Organizations

Dusya Vera , University of Houston, USA
Mary Crossan, University of Western Ontario, Canada

This article uses the improvisational theatre metaphor to examine the performance implications of improvisational processes in firms. We recognize similarities and differences between the concepts of performance and success in both theatre and organizations, and extract three main lessons from improvisational theatre that can be applied to organizational improvisation. In the first lesson, we start by recognizing the equivocal and unpredictable nature of improvisation. The second lesson emphasizes that good improvisational theatre arises because its main focus, in contrast to the focus of firms, is more on the process of improvising and less on the outcomes of improvisation. Lastly, in the third lesson, we look at the theatre techniques of ‘agreement’, ‘awareness’, ‘use of ready-mades’, and ‘collaboration’, and translate them into concepts that are relevant for organizations in developing an improvisational capability.

Organization Studies, Vol. 25, No. 5, 727-749 (2004)DOI: 10.1177/0170840604042412© 2004 SAGE Publications


Comentar post

mais sobre mim
Emerging Companies

Contacte-me directamente ou adicione-me à sua rede de contactos do Linked In através do seguinte e-mail: fbanha@gesbanha.pt

Google Adwords
Grupo Gesbanha



 


 


 


 


 


pesquisar
 
Artigos de Opinião

Registe-se e tenha acesso aos meus artigos


Últimos Artigos

- Portugal 2020: Empreendedorismo e Capital de Risco
- Os Business Angels em Portugal
- Como trazer um Business Angel para seu parceiro de negócio

Livros Recomendados

"Capital de Risco - Os Tempos estão a Mudar"
de Francisco Banha
 

"Mobile Advertising" de Chetan Sharma, Victor Melfi, Joe Herzog
 

"Edison On Innovation"
de Alan Axelrod
 

"Twitter Power 2.0"
de Joel Comm
 

"201 Errores En La Valoracion De Empresas"
de Pablo Fernandez
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

franciscobanha.com

BIOALVO pioneira na explo...

Business Angels

Estudo do impacto nas con...

V SNBA Covilhã

V SNBA Lisboa

V SNBA na Marinha Grande

V Semana Nacional de Busi...

Evento sobre Business Ang...

V SNBA é um sucesso

Entrevista à Regiões em D...

Há 42 milhões de euros pa...

Frases Que Fazem Pensar

V Semana Nacional de Busi...

Fórum de Desenvolvimento ...

Cavaco Silva nos EUA numa...

4º Forum Empresarial das ...

OE 2012: A Recuperação do...

Sessão de Lisboa da V Sem...

Frases Que Fazem Pensar

arquivos
tags

todas as tags

Blogs Recomendados

- Portal do Empreendedorismo no Desporto
- Antonuco
- iZNovidade
- Start-Up Whisperer
- Seth Godin
- Venas Inside
- No Fio da Navalha

Visitas

Free Blog Counter

subscrever feeds